Home » Sao Paulo » Projeto de reestruturação do concurso da Amlurb/SP avança na Câmara

Projeto de reestruturação do concurso da Amlurb/SP avança na Câmara

Ao todo, 227 vagas devem ser oferecidas no certame

Dados do Concurso:

Esfera: MunicipalÁreas: Administrativa e Operacional
Cargo: vários cargosInscrições:
Salário: de R$ 800,00 a R$ 3.500,00Data da Prova:
Nível:  Médio e SuperiorVagas Disponíveis: 227 
Organizadora: O próprio órgãoTaxa de Inscrição:   

Mais um passo para a realização do primeiro concurso público da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), autarquia vinculada à Prefeitura de São Paulo. Já tramita, na Câmara Municipal de São Paulo, o projeto de lei 311/2014 que, entre outras coisas, redefine o quadro de servidores da autarquia. O projeto foi aprovado, no último dia 12 de novembro, pela comissão de Constituição e Justiça e agora deve passar pelas comissões de Administração e Finanças (ADM) e Finanças e Orçamento (FIN) para que possa ser votado em plenário. Somente após sanção do prefeito Fernando Haddad e transformado em lei serão iniciados os preparativos para o concurso, previsto para ocorrer em meados de 2015.

O projeto determina algumas mudanças no quadro inicial, bem como a denominação de todas as carreiras, para que possam se adequar ao quadro de servidores do município. Com as alterações, a oferta de oportunidades destinadas ao concurso, que inicialmente seria de 227 vagas, passa a ser de 176, sendo 68 para quem possui ensino médio e 98 para nível superior, com remunerações iniciais, respectivamente, de R$ 800 e R$ 3.500, todos com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Para ensino médio, as 68 oportunidades serão para o cargo de  assistente de gestão de políticas públicas, inicialmente chamado de agente administrativo II, no quadro anterior.

As carreiras de nível superior, já reestruturadas, serão as seguintes: analista de planejamento e desenvolvimento organizacional (12 vagas), analista de assistência e desenvolvimento social (quatro), analista de ordenamento territorial (18),  analista de informações, cultura e desporto (uma) e analista fiscal de serviços (73).

O analista de planejamento e desenvolvimento organizacional inclui os cargos anteriormente denominados de analista contábil (com quatro vagas), analista econômico-financeiro (quatro), analista de sistemas (três) e analista psicólogo (uma).

O analista de assistência e desenvolvimento social inclui os antigos analista agente social e analista educador, com duas vagas cada no quadro anterior.

O analista de ordenamento territorial enquadrará os cargos de analista biólogo (uma), analista químico (uma), analista sociólogo (duas) e analista técnico (14).

O analista de informações cultural e desporto corresponde ao cargo anteriormente denominado de analista bibliotecário.

Por fim, o analista fiscal de serviços, que contará com 73 vagas, inclui os antigos cargos de fiscal de serviços (30), agente administrativo (16) e operador de sistemas (70). Somadas, as três carreiras contavam com 116 vagas, que passaram para apenas 73 com a reestruturação, o que justifica a diminuição de 227 para 176 na oferta geral do concurso. Os cargos de agente administrativo e operador de sistemas, no projeto inicial, contariam com exigência de ensino médio.   

Já está certo que, quando ocorrer, o concurso contará com provas objetivas e análise de títulos.

A empresa
A Amlurb foi criada pela lei 13.478/2002, durante o governo Marta Suplicy, para substituir a antiga Limpurb, efetivamente extinta em 2012. O órgão é responsável pelo gerenciamento dos serviços de limpeza da cidade. Entre suas atividades estão celebrar e fiscalizar os contratos de concessão e atos de permissão, gerir o programa de coleta seletiva, gerenciar aterros, transbordos e incineradores, fiscalizar posturas municipais e urbana e articular sua atuação com o Sistema Nacional de Defesa do Consumidor.

Autor

Agência JC

Número de entradas :597


© 2011 - 2014 Todos Direitos Reservados - Tudo em Concursos

Voltar para o topo