Home » Sao Paulo » 60 vagas previstas no concurso da SPPrev

60 vagas previstas no concurso da SPPrev

Oportunidades serão voltadas aos cargos de nível médio/técnico e superior

Dados do Concurso:

Esfera: EstadualÁreas: Diversas áreas
Cargo: Vários cargosInscrições:   
Salário: de R$ 2.073,80 a R$ 9.382,36Data da Prova:
Nível: Médio/Técnico e SuperiorVagas Disponíveis: 60
Organizadora:  
Taxa de Inscrição:   

A São Paulo Previdência (SPPrev), autarquia vinculada à Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz/SP), já se programa para realizar o terceiro concurso público de sua história no decorrer de 2015.  Para isto, aguarda apenas um parecer favorável, por parte da Secretaria Estadual de Gestão (SGP/SP), para que o pedido do novo certame possa ser encaminhado para autorização por parte do governador Geraldo Alckmin. No momento, a SGP estuda as condições financeiras para verificar se as contratações se enquadram nas condições orçamentárias de 2015.

O pedido é para o preenchimento de 60 vagas, sendo 50 para o cargo de técnico em gestão previdenciária e dez para analista de gestão previdenciária. Para concorrer a técnico é necessário apenas possuir ensino médio e para analista, nível superior em qualquer área.

A remuneração inicial do técnico é de R$ 2.073,80, podendo chegar a R$ 2.480,94, em caso de 100% do Prêmio de Incentivo à Qualidade Previdenciária (PIQPrev). Além disso, a carreira conta com mais dois nível durante o exercício, com remunerações, respectivamente, de R$ 3.065,44 e R$ 3.770,95, com o total do complemento.

No caso de analista, o inicial é de R$ 5.202,35, podendo chegar a R$ 5.880,91, com o total do PIQPrev. Nos dois níveis posteriores, os valores são de R$ 7.467,40 e R$ 9.382,36, com 100% do prêmio. Os dois cargos contam com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Atribuições

Cabe, ao técnico previdenciário, prestar atendimento aos segurados do regime próprio de previdência, executar atividades administrativas no processo de concessão e pagamento das aposentadorias e pensões e executar atividades de apoio relacionadas à administração e gestão da SPPrev.

No caso de analista, o trabalho consiste em analisar, acompanhar e instruir processos de concessão, pagamento, cadastro e informações de aposentadorias e pensões, planejar, implantar e avaliar as ações voltadas às atividades relativas ao regime próprio de previdência no âmbito estadual, implantar e coordenar ações voltadas ao atendimento e orientação dos segurados e coordenar atividades de suporte ao gerenciamento das atividades corporativas da SPPrev no que se refere a serviços administrativos, logísticos, de infra-estrutura e de suprimentos

Último concurso

O prazo de validade da última seleção para estes cargos, iniciada em 2010, expirou em 30 de outubro de 2014. Desta forma, a autarquia não conta mais com remanescentes, tornando necessária a aprovação governamental para o preenchimento destas vagas, por meio de novo concurso. Na ocasião, foram registrados 22.208 inscritos, sendo 13.717 para 165 vagas de técnico e 8.491 para 37 de analistas. A organizadora foi a Fundação Carlos Chagas.

Para técnicos, além da capital, o concurso contou com vagas para as cidades de Araçatuba, Bauru, Campinas, Jales, Santa Rida do Passa Quatro, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté; e para analistas, além da capital, para Bauru, Jales e Marília.

Seleção

No caso de técnico, a seleção contou com uma prova objetiva composta de 60 questões, sendo 30 de conhecimentos básicos, com peso um, e 30 de conhecimentos específicos, com peso dois. Em conhecimentos básicos foram abordados temas de língua portuguesa (15 questões) e matemática e raciocínio lógico (15). Em conhecimentos específicos, noções de informática (15), noções de direito administrativo (cinco), noções de direito constitucional (cinco) e legislação estadual (cinco).

Para os analistas, a seleção constou de prova objetiva e análise de títulos. A primeira foi composta de 70 questões, sendo 20 de língua portuguesa, com peso um, e 50 de conhecimentos específicos, com peso três. Os títulos contaram com limite de 11 pontos na classificação final.

As contratações serão feitas de acordo com o regime da consolidação das leis do trabalho (CLT).

Autor

Agência JC

Número de entradas :597


© 2011 - 2014 Todos Direitos Reservados - Tudo em Concursos

Voltar para o topo